quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Mar brando


Palavras já se fazem escassas
Minha poesia já te cantou
De todas as formas possíveis
Antes de toca-lo

Seus olhos me pedem para seguir
Quero eternizar esse momento
Te tocar como merece
Te cantar como ninguém o fez

Tenho receio de seguir
Mas nenhuma vontade de parar
As estradas da sua emoção
São misteriosas e me convidam

A dança com o risco me atrai
A corda bamba do desejo
O precipício da atração causada
Metáforas que nos descrevem

Nesse momento penso em seus olhos
Aqueles de mar brando... toco seu rosto
de pele tão macia e doce...
A ilusão esvanece antes
de chegar a sua boca
Até sua imagem brinca comigo...

Anna Araujo – 13/10/2013

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Pouco a dizer



Um instante e já é chegada a hora
Uma decisão deve ser tomada
Um passo, a atitude me espera toma-la.
Seus olhos me guiam por todo o caminho

Renovações chegam enquanto o dia vai
O tempo passa, volta...
Dá a volta na existência
Te desejo cada vez mais perto

Hoje, no começo da noite,
fui invadida por uma sensação
de ausência, incompletude.
Pensei em te ligar

Alguém precisa abrir a porta para essa emoção
O caminho já está pronto
com poemas dedicados a você
Só falta dividi-lo comigo.

Anna Araujo – 07/10/2013

“Tenho receio de seguir, mas nenhuma vontade de parar...”

domingo, 6 de outubro de 2013

Tudo Bom Para nós




É só mais uma poesia para você
Mais palavras e ilusões que tenho
Coisas que tem vagado pela minha mente
Enquanto os dias seguem, implacáveis...

Estás nas entrelinhas da minha arte
Qualquer um que te conhece, reconheceria.
As palavras agora saem trôpegas
Com um cuidado desnecessário, incomum.

Me pergunto o que andará por essa cabeça
Ao ler e se surpreender com todas
essas palavras direcionadas,
essas homenagens rendidas.

Tentei conter a mudança que causa em mim
Tentei conter pelo simples habito
De temer influencias...
Mas és tão doce!...

Rendi-me a seu brilho, à seus olhos
Não tenho ideia de onde isso vai dar
Mas estou rendida, pirata sem armas.
Eu que terminei saqueada.

Anna Araujo - 01/10/2013